Início > Uncategorized > Crítica de filme: “Sexo sem compromisso” (“No strings attached”)

Crítica de filme: “Sexo sem compromisso” (“No strings attached”)


Sabe qual é o melhor remédio para alguém que esteja meio “down” ou simplesmente precisando se alegrar? Abra o jornal, vá até os “tijolinhos” (seção de cinemas e filmes em cartaz) e procure alguma comédia romântica que esteja passando num cinema perto de você. Bem, nenhum dos adjetivos que citei acima (nem “down” e nem triste) se aplicam à minha pessoa, mas quando apostei assistir “Sexo sem compromisso” (“No strings attached”), mais pela repercussão que teve, confesso que não me arrependi.

O filme flui despretensioso, com vários clichês e um final já esperado. Bem, mas aí o leitor deste blog irá falar: “Como pode elogiar um filme previsível?”. Justamente por isso: “Sexo sem compromisso” cumpre o papel que todo mundo espera de uma comédia romântica: o de entreter, de romantizar relações humanas, o de mostrar certas lições que podem ser tiradas em nosso dia a dia e, mais do que tudo isso, seguir um script de sucesso, com dois protagonistas de primeira linha, ambos considerados, atualmente, “os queridinhos de Hollywood”: a atriz da moda, Natalie Portman (“V de Vingança”, “My Blueberry Nights”, “Cisne Negro”) e Ashton Kutcher (“Jogando com prazer”, “Idas e vindas do amor”, “Par Perfeito”) – este, ultimamente, um especialista em comédias românticas.

Dois amigos de infância, Adam (Kutcher) e Emma (Portman) se reencontram após vários anos sem se ver. Ele é roteirista de um programa de TV e ela é médica. Após ser trocado por sua namorada Vanessa (justamente por seu pai), ele resolve conhecer novas mulheres e reencontra Emma. Ambos sentem uma forte atração e resolvem se encontrar apenas para o sexo. No entanto, o que era óbvio acontece: ambos começam a se envolver justamente por que só o sexo não mantém uma relação.

Emma possui um comportamento encontrado em muitas mulheres na faixa dos 30 anos (a personagem tem mais de 30 anos no filme): o medo de envolvimento em relacionamentos amorosos. Por outro lado, Adam mostra-se maduro e romântico, procurando agradar sua “amiga” (ele chega a gravar CDs com músicas especialmente destinadas à sua amada, quando ela estiver menstruada!) e tentando em todos os momentos iniciar um compromisso sério com ela. Só que a resistência da moça faz com que ela crie alguns bloqueios, a ponto de, mesmo estando envolvida e apaixonada por ele, renegá-lo. Vale lembrar que, esse tipo de comportamento não se restringe apenas ao mundo da fantasia das telas de cinema: é muito frequente que mulheres (e homens) tenham dificuldade em expor seus sentimentos, tendo medo de envolvimento, policiando-se quanto a isso. Essa é a característica de Emma.

O filme é mamão-com-açúcar e café-com-leite mas… quem não gosta de assistir filmes com essa característica? Uma das muitas qualidades de “Sexo sem compromisso” é justamente a forma descompromissada com que sai da tela do cinema e invade a mente de cada espectador – que já sabe o que esperar do filme e mesmo assim não se desinteressa pelo produto – muito pelo contrário.

O filme é harmônico no elenco, nos diálogos e no ritmo (ora acelerado, ora desacelerado). Torna-se mais agradável ao mostrar as fraquezas e qualidades de cada personagem: o rapaz indeciso, complicado e fanfarrão na infância, que ao ficar adulto torna-se maduro e sensível; a moça descolada na adolescência, que apesar de ter um cargo de responsabilidade (é médica), mostra-se frágil e insegura por dentro. Essa dualidade fica clara a todo instante, no desenrolar desta deliciosa comédia romântica, que é retrato da vida. Vale o ingresso.  :o)

Trailler oficial (legendado):

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: