Início > Uncategorized > Paris-Manhattan: um filme-homenagem a Woody Allen à francesa

Paris-Manhattan: um filme-homenagem a Woody Allen à francesa


Paris-Manhattan-Affiche-finale-376x500“Paris-Manhattan” (FRA, 87 minutos), uma das sensações do Festival Varilux de Cinema Francês em 2012, é um filme que faz uma bonita e elegante homenagem a  Woody Allen, um dos maiores cineastas da história do cinema, ainda em atividade e que dirigiu filmes que até hoje são assistidos e procurados pelos amantes da sétima arte. A homenagem começa no próprio título do filme, que faz referência a “Manhattan”, filme dirigido por Allen em 1979, cuja trilha sonora possui canções de Cole Porter – que por sinal também compõem a trilha sonora deste novo filme.

Ambientado em Paris, o longa da diretora Sophie Lellouche faz também referência a “Meia-noite em Paris”, filme de Woody Allen, que se passa na capital francesa. Outra similaridade com as obras do diretor é a existência de uma personagem em frequente embate com suas questões existenciais. Alice Orvitz (Alice Taglioni) é uma farmacêutica solteirona, fã de Woody Allen – a ponto de ter um imenso poster do diretor em seu quarto e “conversar” com ele sobre suas dúvidas sobre a vida – e que mantém uma morna rotina, sem grandes emoções. É tão ligada a seu ídolo que costuma receitar, em sua farmácia, filmes de Allen às pessoas que aparecem com problemas de saúde. Sua família é judia e cada integrante desta é marcado por finas ironias no dia a dia.

No entanto, sua vida muda de uma hora para outra quando conhece Victor (Patrick Bruel), personagem bronco, que não assistiu nenhum filme de Woody Allen e que faz a manutenção de alarmes em estabelecimentos de Paris, com personalidade bastante diferente da sua.

paris-manhattan_capa_0

O filme é uma boa pedida àqueles que gostam não apenas de comédia, mas de algum fundo de verdade que compõe a relação entre a arte e a vida. As belas imagens de Paris e a trilha sonora jazzística (“Bewitched”, “Rapsodhy in Blue” etc) – outra referência a Woody Allen – constituem pontos fortes do filme, somados à boa atuação dos atores. A escolha dessa homenagem a Allen é explicada pela admiração que Lellouche tem pelo diretor, cujo universo de seus filmes são extremamente ricos em temas como amor, morte, entre outros. A crítica especializada, porém, não tem sido generosa com este filme, talvez por querer encontrar algo mais do que as referências de admiração a Woody Allen. O erro de crítica talvez resida justamente aí: “Paris-Manhattan” nada mais é do que um aplauso ao diretor estadunidense, inserido numa história descompromissada e recheada por belas imagens e músicas agradáveis aos olhos de quem a assiste.

TRAILER OFICIAL DO FILME – LEGENDADO

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Adriana da Silva Turbay
    janeiro 13, 2013 às 20:46

    Adorei o filme….e seu comentário referente ao filme foi o mais amplo e coerente que li…Muito bom!!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: